Busca no Blog

18 de dezembro de 2018

Tesouro de Exemplos - Parte 561

AINDA A EDUCAÇÃO SEM DEUS

João de Mairan, da Academia de Ciências, conta que conheceu, em Beziéres, um pai de família, livre-pensador, que dera uma educação ateia a seus três filhos, dois meninos e uma menina. Essa educação produziu logo os seus frutos: os três tornaram-se insubordinados, jogadores, libertinos. A pobre mãe; saciada de amargura, faleceu prematuramente. Em seguida, os filhos reclamaram a herança total, deixando o pai na miséria. Não passou muito tempo e um dos filhos morreu enforcado, por causa de seus crimes. A filha terminou seus dias num asilo de mendigos. O outro filho, abandonado por sua esposa infeliz, caiu na desonra e na miséria. O infeliz pai, em consequência de tudo isso, enlouqueceu e, no delírio, ferindo a fronte e o peito, gritava: “Onde estão meus filhos? Estão no abismo, abismo que eu mesmo lhes cavei”.
Eis os frutos desastrosos da educação materialista.

Nenhum comentário:

Postar um comentário