Busca no Blog

27 de julho de 2015

Sermão Primeiro Comunhão 05/07/2015 – Pe Daniel Pinherio, IBP,

[Sermão] 1ª Comunhão – recordatório da doutrina cristã

Em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo. Amém.
Ave Maria…
Gostaria de dirigir algumas palavras às crianças que farão hoje a primeira comunhão. Essas palavras servem também para nós, que já fizemos a nossa primeira comunhão e que recebemos a Eucaristia com certa frequência.
João Pedro, Luís Felipe, Isabella, Lara, hoje é o dia mais importante da vida de vocês. Vocês vão receber o Corpo de Jesus. Jesus Cristo, que, como aprendemos no catecismo, é verdadeiramente homem e verdadeiramente Deus. Vocês se prepararam para esse dia. Vocês se prepararam para esse dia estudando o Credo, a Oração, os Mandamentos e os Sacramentos.
No Credo, nós estudamos tudo aquilo que Deus nos falou e em que devemos acreditar com certeza absoluta. Acreditamos com certeza absoluta no que Deus falou porque Ele não pode se enganar nem nos enganar. Vimos que há um só Deus em três Pessoas: Pai, Filho e Espírito Santo. Vimos que Deus filho se fez homem, nasceu e morreu por nós na cruz para nos salvar. Vimos que são os nossos pecados que fazem Jesus sofrer tanto. Vimos que Jesus ressuscitou ao terceiro dia, e subiu aos céus. Vimos que Ele fundou a sua Igreja, sobre Pedro, sobre o Papa, quer dizer, vimos que Ele fundou a Igreja Católica, que tem o Papa. Vimos que Deus dá os céus aos que morrem em amizade com Ele e o inferno aos que morrem separados dEle pelo pecado mortal. João Pedro, Luís Felipe, Isabella, Lara , vocês devem crer em tudo o que Deus nos falou e a Igreja sempre ensinou.
Na Oração, estudamos tudo aquilo que devemos pedir a Deus, tudo aquilo que devemos desejar. E estudamos como pedir. Em primeiro lugar, vimos que o que mais devemos desejar e pedir é que Deus, que Jesus e que sua Igreja sejam mais conhecidos, amados e servidos. Em seguida, vimos que o que mais devemos pedir a Deus é a salvação da nossa alma. Vimos que podemos também pedir bens materiais, desde que não prejudiquem a salvação da nossa alma. Estudamos o Pai-Nosso e a Ave-Maria. Vimos como é bom rezar o Santo Terço. Procurem, crianças, rezar o Santo Terço. Nossa Senhora pediu aos Pastorinhos de Fátima, que tinham mais ou menos a idade de vocês, para que rezassem o Terço todo dia. E tenham uma grande devoção à Mãe de Jesus, Maria, que é também nossa mãe. Se quiserem permanecer no bem, rezem para Maria. Vimos que devemos rezar principalmente nas tentações, nos perigos e na hora da nossa morte. Vimos que o bom católico reza de manhã ao acordar, de noite antes de dormir, antes das refeições, antes de toda ação mais importante. O bom católico reza várias vezes ao dia. E é isso, João Pedro, Luís Felipe, Isabella, Lara, que vocês têm que fazer: rezar.
Nos mandamentos, vocês aprenderam o que devem fazer e o que não devem fazer: amar a Deus sobre todas as coisas, não tomar seu Santo Nome em vão, guardar domingos e festas, honrar pai e mãe e todos os mandamentos. Vocês estudaram os mandamentos para colocá-los em prática, para fazerem o bem e evitarem o mal. Jesus falou: aquele que me ama guarda os meus mandamentos. Se vocês amam Jesus – e vocês devem amar Jesus – é preciso praticar os mandamentos de Jesus. E lembrem-se de que os mandamentos não são uma coisa ruim que somos obrigados a seguir. Não, os mandamentos nos foram dados por Deus e são uma coisa muito boa para nós e para todo mundo. Praticar os mandamentos nos traz a verdadeira felicidade, João Pedro, Luís Felipe, Isabella, Lara. Vocês devem se lembrar de que o maior mal que existe é o pecado mortal e que o segundo maior mal que existe é o pecado venial. Vocês devem se lembrar do exemplo de São Domingos Sávio. São Domingos Sávio, para quem rezamos em todas as nossas aulas, preferia morrer a pecar. Vocês também devem se comportar assim: eu prefiro morrer a cometer um pecado, eu prefiro morrer a fazer mal a Cristo que só me fez bem e que morreu para me salvar.
Nos sacramentos, estudamos os sete canais principais da graça. Vimos o Batismo, pelo qual temos o pecado original apagado, nos tornamos filhos de Deus e membros da Igreja. A Confissão, que apaga os nossos pecados e que vocês fizeram ontem. Vocês devem procurar com frequência a confissão e são obrigados a fazer isso se caírem em pecado mortal. Vimos a Crisma, que faz de nós soldados de Cristo. A ordem que faz do batizado, homem, sacerdote de Cristo. O Matrimônio, que une um só homem e uma só mulher para a geração e educação dos filhos e para que se ajudem mutuamente no caminho da salvação. A extrema-unção para ajudar a alma e o corpo em doenças com perigo para a vida da pessoa. E estudamos, principalmente, a Eucaristia ou Comunhão. O sacramento que vocês vão receber hoje pela primeira vez, João Pedro, Luís Felipe, Isabella, Lara. Vimos que para receber bem a Eucaristia é preciso estar em estado de graça, isto é, sem nenhum pecado mortal na consciência. Vimos que é preciso estar em Jejum de pelo menos uma hora. Vimos que é preciso estar trajado de maneira decente. Vimos que é preciso saber o que se recebe na comunhão. E vocês, João Pedro, Luís Felipe, Isabella, Lara, sabem o que vão receber. Na Eucaristia, está o Corpo, o Sangue a Alma e a Divindade de Jesus Cristo. Vocês já sabem que a Eucaristia parece pão, tem gosto de pão, mas que, na verdade, é Jesus Cristo. Vocês sabem que o Pão e o Vinho se transformam no Corpo e no Sangue de Cristo na hora da Consagração, quando o Padre diz: “Isto é o meu Corpo” e “Este é o Cálice do meu Sangue”. Vocês sabem que, na Comunhão, Jesus Cristo se entrega a nós como alimento para a nossa alma. Jesus Cristo é tão bom com vocês e com todos nós. Vocês devem ser bons com Jesus fazendo sempre a vontade dEle.
Hoje, é o dia mais importante da vida de vocês até aqui. Vocês vão receber o próprio Deus na alma de vocês. É preciso receber Jesus com devoção. Vocês devem, agora, ainda mais do que antes, prestar atenção na Missa, sem distração, sem conversar, sem brincar. Vocês sabem que estão diante do sacrifício de Cristo na Cruz que se renova no altar. Vocês sabem que é da cruz que vem a nossa salvação. Vocês sabem, então, a importância da Missa. Antes da comunhão vocês devem pedir a Jesus a graça de serem santos, de se salvarem, de chegar ao céu. Depois de terem comungado, vocês devem agradecer a Jesus a bondade dEle, vocês devem pedir mais uma vez a graça de serem santos, de se salvarem. Vocês devem pedir a graça de não mais pecar. Vocês devem pedir a graça de receber bem a comunhão e com frequência. Vocês devem pedir pela família de vocês, pela Igreja, pelo Papa, pela santificação de todos os padres e de todas as pessoas. Recebam bem Jesus Cristo, caras crianças, com devoção.
João Pedro, Luís Felipe, Isabella, Lara, hoje é o dia mais importante da vida de vocês. Vocês vão receber o próprio Deus. Vocês vão receber o Corpo, o Sangue, a Alma e a Divindade de Nosso Senhor Jesus Cristo.
Em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo. Amém.

Nenhum comentário:

Postar um comentário