Busca no Blog

4 de junho de 2020

A ALMA DE TODO APOSTOLADO


J. B. Chautard


Parte 4/31

b - A vida interior torna o apóstolo santificador pelo bom exemplo
No sermão da montanha, o Mestre chama aos seus apóstolos sal da terra, luz do mundo.
Sal da terra, nós o seremos na proporção em que formos santos. O sal insípido, para que serve? Ab immundo quid mundábitur? Só presta para ser atirado aos caminhos e calcado aos pés.
Verdadeiro sal da terra, pelo contrário, o apóstolo piedoso será verdadeiro agente de conservação no meio deste mar de corrupção que é a sociedade humana. Farol a brilhar na noite, lux mundi, o clarão de seu exemplo, mais ainda que o de sua palavra, dissipará as trevas acumuladas pelo espírito do mundo, e fará esplender o ideal da verdadeira felicidade que Jesus traçou nas oito bem aventuranças.
O que há de mais capaz para levar os fiéis à prática da vida cristã, e é precisamente a virtude daquele que tem a missão de ensinar. Ao invés, as fraquezas afastam de Deus de maneira quase invencível: Nomem Dei per vos blasphematur inter gentes. Por isso é que o apóstolo deve ter mais amiúde nas mãos o brandão do bom exemplo do que bonitas palavras nos lábios e, antes de pregar as virtudes, deve ele próprio praticá-las de modo eminente. Aquele que tem a missão de dizer coisas sublimes, é por isso mesmo obrigado a traduzi-las na prática, diz São Gregório.
Com toda a razão alguém notou que o médico pode tratar dos seus enfermos sem que ele próprio goze saúde. Porém, para curar almas, é mister que o médico delas tenha a alma sã, porque, neste caso, dá alguma coisa de si mesmo. Os homens têm o direito de ser exigentes para com aquele que manifesta a pretensão de os ensinar a reformarem-se. E a breve trecho descobrem se há conformidade entre as obras e a palavra, ou se a moral com que se orna o pregador mais não é do que invólucro falaz. Consoante o resultado do exame, então lhe concedem ou lhe recusam confiança.
Como será grande o poder que o sacerdote há de ter para falar da oração, se o povo o vir frequentemente em colóquios íntimos com o hóspede do tabernáculo, as mais das vezes abandonado? Como será ouvida sua palavra se, pregando o trabalho, a penitência, ele próprio for laborioso e mortificado? Apologista da caridade fraternal, encontrará corações atentos se, cuidadoso em difundir pelo rebanho o bom odor de Jesus Cristo, refletir na própria conduta a doçura e a humildade do divino exemplo. Forma gregis ex ânimo.
O professor sem vida interior julga ter cumprido o dever, conservando-se exclusivamente dentro das balizas de um programa de exame. Se fora interior, uma frase que lhe escapasse dos lábios e do coração, uma comoção que se lhe espalhasse no rosto, um gesto expressivo, que digo? Só a maneira de fazer o sinal da cruz, de dizer uma oração antes ou depois de uma aula, embora fosse aula de matemática, poderiam exercer maior eficácia nos alunos que um sermão.
A religiosa, em serviço num hospital ou num asilo, dispõe de poder e de meios eficazes para fazer germinar nas almas, embora fique prudentemente dentro do seu âmbito, amor profundo a Jesus Cristo e as seus ensinamentos. Falte-lhe a vida interior e ela nem sequer dará por esse poder, ou então apenas logrará promover atos exteriores de piedade e nada mais.
O cristianismo propagou-se, menos por frequentes e longas discussões, que pelo espetáculo dos costumes cristãos, tão opostos ao egoísmo, à injustiça e à corrupção dos pagãos. Na sua obra prima Fabíola, o cardeal Wiseman faz ressaltar a fascinação que o exemplo dos primeiros cristãos exercia sobre as almas pagãs mais eivadas de preconceitos contra a nova religião. Nessa narração, assistimos à ascensão progressiva e quase irresistível de uma alma para a luz. Os sentimentos nobres, as virtudes modestas ou heroicas, que a filha de Fábio descobre em certas pessoas de todas as condições e de todas as classes, impõem-se à sua admiração. Mas como é grande a mudança que nela se opera, que revelação para a sua alma, quando vai sucessivamente verificando que todos aqueles cuja caridade, dedicação, modéstia, doçura, moderação, culto da justiça e da castidade ela admira, pertencem a essa seita que sempre lhe haviam apresentado como execrável! Desde esse momento, ela é cristã.

Nenhum comentário:

Postar um comentário