Busca no Blog

9 de março de 2020

Senhor, sou Muito Pequena - Santa Teresinha

Quando me foi dado penetrar no santuário das almas, logo reconheci que a tarefa transcendia minhas forças. Lancei-me então como uma criancinha nos braços do Bom Deus, e, escondendo o rosto entre seus cabelos, disse-lhe: "Senhor, sou muito pequenina para nutrir vossas filhas. Se por meu intermédio quiserdes dar-lhes o que convém a cada uma, enchei minha mãozinha, e eu, sem largar vossos braços, sem volver a cabeça, distribuirei vossos tesouros à alma que me vier pedir alimento..."
Senti que a única coisa necessária era unir-me sempre mais intimamente a Jesus, "o resto me seria dado por acréscimo". Com efeito, minha esperança nunca se iludiu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário