Busca no Blog

21 de agosto de 2015

Catecismo Ilustrado - Parte 54

Os Mandamentos

2º Mandamento da Igreja: Confessar-se ao menos uma vez cada ano

3º Mandamento da Igreja: Comungar pela Páscoa da Ressurreição

1. Estamos obrigados a este preceito logo que chegamos ao uso da razão e começamos a distinguir o bem e o mal.
2. Não se satisfaz a este preceito por uma confissão voluntariamente nula, porque a Igreja manda fazer uma confissão válida e frutuosa.
3. Além da confissão anual, devemos confessar-nos quando nos reconhecemos réus de pecado mortal e quando nos encontramos em perigo de morte.
4. É grande pecado para uma pessoa não satisfazer ao preceito da comunhão, porque é desobedecer à Igreja em matéria grave, desprezar o maior benefício de Deus, e dar escândalo ao próximo.
5. Quando a Igreja diz que nos devemos confessar ao menos uma vez no ano, e comungar ao menos na Páscoa da Ressurreição; quer que entendamos que o seu desejo é que os fiéis se confessem e comunguem mais a miúdo, porque é difícil viver cristãmente se nos confessarmos e comungarmos uma só vez no ano.

Explicação da gravura

6. Na parte superior da gravura, à direita, começa a representação das festas que a Igreja aconselha aos cristãos santificar pela recepção dos sacramentos da Penitência e da Eucaristia.
7. À esquerda, vê-se a Porta da Quaresma que a Igreja abre aos bons cristãos para os preparar por meio da oração e da penitência para a confissão e comunhão pascal. Nem todos os cristãos obedecem ao chamamento da Igreja; muitos preferem os prazeres mundanos ao cumprimento dos deveres religiosos.
8. Acima da porta da Quaresma, vê-se um confessionário onde os fiéis recebem o perdão das suas faltas, recuperam a paz da alma e a amizade de Deus. Da Cruz Nosso Senhor aplica-lhes os merecimentos de Seu Sangue e Morte. À direita do confessionário, veem-se os fiéis cumprindo o preceito da comunhão pascal, recebendo com a sagrada Eucaristia o penhor da vida eterna.
9. Na parte inferior da estampa, à direita, veem-se os israelitas reunidos à mesa para comer o cordeiro pascal. Sobre eles, um anjo com uma espada prepara-se para matar os primogênitos dos egípcios. Assim como os israelitas, que marcaram as suas portas com o sangue do cordeiro pascal e se alimentaram com a sua carne, foram poupados pelo anjo exterminador, assim os cristãos que pelo sacramento da Penitência purificam as suas almas no sangue de Jesus ena Eucaristia se alimentam da sua carne, evitarão a morte eterna.
10. Desde o tempo dos Apóstolos, os cristãos sempre se confessaram. No ângulo esquerdo inferior veem-se cristãos confessando-se a São Paulo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário