Busca no Blog

3 de agosto de 2015

Catecismo Ilustrado - Parte 49

Os Mandamentos

8º Mandamento de Deus (continuação): Não levantar falso testemunho

A mentira

1. Mentir é falar contra o próprio pensamento com a intenção de enganar. O pai da mentira é o demônio.
2. A mentira é pecado mortal, se tem consequências graves; se as não tem, será pecado venial.
3. A mentira é: ou jocosa, aquela que se diz gracejando ou por passatempo; ou oficiosa, aquela que se diz para nos desculparmos ou em abono do próximo; ou danosa, aquela que causa dano ao próximo.
4. A mentira faz injúria a Deus, porque é oposta à verdade, e Deus é a própria verdade. A mentira causa dano à sociedade porque tira a fé e a verdade.
5. A simulação ou fingimento, e a hipocrisia são vícios que se referem à mentira; há simulação quando uma pessoa exprime com atos externos o contrário do que se sente no coração. A hipocrisia é uma simulação com que alguém procura parecer justo e virtuoso no exterior, não o sendo do interior.
6. A adulação refere-se também à mentira, porque é um vício em que, com louvores falsos ou exagerados, se procura cativar a benevolência do próximo para qualquer fim interesseiro. Deve fugir-se dos aduladores como inimigos, porque a sua adulação tende principalmente à ruína espiritual do próximo.

Explicação da gravura

7. Representa a gravura o terrível castigo da mentira. Lemos nos Atos dos Apóstolos: “Um homem, porém, chamado Ananias, de combinação com sua mulher Safira, vendeu uma propriedade, e, com a cumplicidade da sua mulher, reteve parte do preço e, levando a outra parte, a pôs aos pés dos Apóstolos. Pedro disse: “Ananias, como é que Satanás se apossou de teu coração, para que mentisses ao Espírito Santo e retivesses parte do preço do campo? Não é verdade que, conservando-o sem vender, era teu, e mesmo, depois de vendido, não estava em teu poder o seu valor? Por que motivo puseste em teu coração fazer tal coisa? Não mentiste aos homens mas a Deus”. Ananias, ao ouvir estas palavras, caiu e expirou; e um grande temor se apoderou de todos os que ouviram isto. Levantando-se alguns jovens, cobriram o seu corpo e levaram-no a enterrar. Passado um intervalo de quase três horas, entrou também sua mulher, não sabendo o que tinha acontecido. Pedro disse-lhe: “Diz-me: É verdade que vendeste por tanto o campo”? Ela disse: “Sim, por tanto”. Pedro então disse para ela: “Porque vos combinastes para tentar o Espírito do Senhor? Eis que estão à porta os pés daqueles que sepultaram o teu marido e te levarão a ti”. Imediatamente, ela caiu a seus pés e expirou. Os jovens, entrando, encontraram-na morta, levaram-na e enterraram-na junto do seu marido. Então difundiu-se um grande temor por toda a Igreja e entre todos os que ouviram estas coisas”. (Atos V, 1-11)
8. Na parte inferior esquerda vê-se Eva, enganada pela serpente que lhe disse: “Se comerdes deste fruto, não morrereis, mas tornar-vos-eis semelhantes a Deus, conhecendo o bem e o mal”. Esta mentira do demônio perdeu todo o gênero humano.
9. Nosso Senhor chama ao demônio pai da mentira na seguinte passagem do Evangelho: “Jesus disse: “Por que não conheceis vós a Minha linguagem? Por que não podeis ouvir a Minha palavra. Vós tendes por pai o demônio, e quereis satisfazer os desejos de vosso pai. Ele foi homicida desde o princípio e não permaneceu na verdade, porque a verdade não está nele. Quando ele diz a mentira, fala do que lhe é próprio, porque é mentiroso e pai da mentira. Mas, porque vos digo a verdade, porque não Me acreditais? Quem é de Deus, ouve as palavras de Deus; por isso, vós não as ouvis, porque não sois de Deus”.” (João VIII, 43-48)

10. Na parte inferior direita, vê-se o profeta Eliseu e o seu servo Giesi. Este mentira dizendo-se enviado pelo profeta para pedir a Naaman um talento de prata e dois vestidos. Recebeu do general sírio dois talentos e dois vestidos. Mentiu de novo dizendo a Eliseu que não tinha saído de casa. Em castigo desta dupla mentira foi atacado de lepra, ele e todos os seus descendentes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário