Busca no Blog

13 de agosto de 2020

Saboreava o Amargo Alimento - Santa Teresinha

Certo dia, em que desejava, de modo particular, ser humilhada, aconteceu que uma noviça tão bem se encarregou de me satisfazer, que logo me acudiu a lembrança de Semei a proferir imprecações contra Davi, e disse de mim para comigo: Pois, então, certamente é o Senhor que lhe manda dizer-me todas estas cousas... E minha alma saboreava, deliciosamente, o amargo alimento que com tanta fartura lhe era servido.

Assim se digna o Bom Deus cuidar de mim. Nem sempre pode dar-me o pão fortificante da humilhação exterior, mas de tempos em tempos me permite que me nutra com as migalhas que caem da mesa dos filhos. Oh! quão grande é sua misericórdia! Só no Céu poderei cantá-la.

Nenhum comentário:

Postar um comentário