Busca no Blog

24 de setembro de 2019

Os Corações não se Separam na Morte - Santa Teresinha

Meu irmão! Como gostaria de derramar em seu coração o bálsamo da consolação!...
Como me sentiria feliz se aceitasse a minha morte como a aceita Madre Inês de Jesus. Ignora sem dúvida que ela é duas vezes minha irmã e que foi ela que me serviu de mãe na minha infância.. A nossa boa Madre receava muito que a sua natureza sensível e a sua grande afeição por mim lhe tornasse bem amarga a minha partida. Aconteceu o contrário. Fala da minha morte como de uma festa e é uma grande consolação para mim.
Peço-lhe, meu querido Irmãozinho, tente como ela persuadir-se de que em vez de me perder, me encontrará, e que eu não o deixarei jamais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário