Busca no Blog

29 de setembro de 2019

A Infinita Ternura do Coração de Deus - Santa Teresinha

Ó meu Deus! bradei do fundo do coração, haverá só vossa justiça para receber almas que se imolem como vítimas?... Será que também vosso amor misericordioso não precisa delas?... De todas as partes é desconhecido e rejeitado. Os corações a quem o desejais prodigalizar, voltam-se para as criaturas, pedindo-lhes felicidade em tora do seu miserável afeto, em vez de se atirarem a vossos braços e aceitarem vosso amor infinito... Ó meu Deus! será que vosso desprezado amor se confina em vosso Coração? Parece-me que se encontrardes almas que se  ofereçam como vítimas de holocaustos a vosso amor, vós as consumireis rapidamente. Parece-me que vos daríeis por feliz de não represar as ondas de infinita ternura que estão em vós...

Nenhum comentário:

Postar um comentário