Busca no Blog

10 de setembro de 2020

O Evangelho Enche o meu Caderno - Santa Teresinha

Quando vou pegar da pena, eis que uma boa irmã passa por mim, com o ancinho aos ombros. Julga distrair-me, dando dois dedos de prosa. Feno, patos, galinhas, visita do médico, tudo vem à baila. Para falar a verdade, isso não  toma muito tempo, mas existe mais de uma boa irmã caridosa, e senão quando uma  outra, a forrageira, me põe flores sobre os joelhos, acreditando talvez inspirar-me idéias poéticas. Eu que, na ocasião, não as procurava, preferiria que as flores continuassem a balouçar em suas hastes em suas hastes. Afinal cansada de abrir e fechar o famoso caderno, abro o livro (que não quer parar aberto), e declaro resoluta que estou a copiar pensamentos dos Salmos e dos Evangelhos para a festa de Nossa Madre. É bem verdade, pois não economizo as citações...

Nenhum comentário:

Postar um comentário