Busca no Blog

22 de julho de 2020

Santidade é Morrer de Amor - Santa Teresinha

"Viver de amor, que estranha loucura!" Diz-me o mundo, "ah! cessa de cantar; não percas teus perfumes e procura, utilmente tua vida empregar!"
- Amar-te, Jesus, que perda fecunda! Todos os meus perfumes em ti quero depor. Quero cantar saindo deste mundo: Eu morro de amor!
Morrer de amor, eis minha esperança! Quando verei meus laços se partir? Meu Deus será minha grande recompensa. Não quero outros bens possuir. De seu amor estou inflamada, que ele venha, enfim, arrebatar-me em seu ardor, eis o meu céu, a ele estou destinada, VIVER DE AMOR!...

Nenhum comentário:

Postar um comentário