Busca no Blog

22 de agosto de 2019

Também Jesus Bebeu o Cálice Amargo - Santa Teresinha

Nosso Senhor não nos pede nunca sacrifícios acima das nossas forças. É verdade que às vezes este divino Salvador faz-nos sentir toda a amargura do cálice que apresenta à nossa alma. Quando ele nos pede o sacrifício do que nos é mais caro neste mundo, é impossível, a não ser por uma graça singularíssima, que não exclamemos como ele, no jardim da agonia: "Meu Pai, afastai de mim este cálice... Faça-se contudo a vossa vontade e não a minha".
É extremamente consolador pensar que Jesus, o Deus Forte, conheceu as nossas fraquezas,  tremeu à vista do cálice amargo, este cálice que antes tão ardentemente desejara beber...
Um Santo disse: "A maior honra que Deus pode fazer a uma alma, não é dar-lhe, mas pedir-lhe muito!"

Nenhum comentário:

Postar um comentário